Tudo o que você precisa para se tornar um redator freelancer!

Se você gosta de escrever, conhece bem a língua portuguesa, deseja trabalhar por conta própria está procurando uma oportunidade para ter uma renda, a carreira de redator freelancer pode ser para você!

Decidiu investir nisso, mas não sabe por onde começar? Não se preocupe! Separamos as melhores dicas para você dar um start na sua carreira agora mesmo!

Faça cursos!

Ok, você pode ter facilidade com as regras gramaticais, estruturação do texto, coesão e coerência. Mas além do talento para escrever bons textos, você precisa conhecer muito bem as técnicas do marketing de conteúdo. Elas são fundamentais para você ter sucesso na carreira.

No mundo digital, a quantidade de informação é muito grande. É possível encontrar cursos, e-books e materiais de qualidade e gratuitos. Invista nisso! O aprimoramento das suas habilidades e conhecimentos pode ser o seu diferencial!

Mantenha-se atualizado.

Como redator freelancer, é fundamental que você esteja antenado às informações tanto sobre as áreas que você costuma escrever quanto sobre temas relacionados ao marketing de conteúdo, SEO, inbound marketing e demais assuntos relevantes para um redator.

Acompanhe profissionais renomados no instagram, blogs e páginas das empresas de marketing de conteúdo. É importante que você separe pelo menos três horas por semana para se atualizar. Algumas sugestões:

  • Rock Content
  • Resultados Digitais
  • Hotmart
  • Blog Next Freela

Organize uma rotina

Ei, freela! Você trabalha por conta própria! A vida de freelancer não é tão simples quanto parece, é indispensável que você organize a sua própria rotina de trabalho.

Pense o seguinte: você é a sua empresa. Se você não trabalha, a sua empresa não gera receita. Por isso, tenha em mente e muito claro qual é o seu objetivo. Isso vai ajudá-lo a manter o foco e a motivação para bater as suas metas!

Importante: tenha muita atenção aos prazos estipulados. É fundamental cumprir as datas de entrega dos conteúdos.

Defina um local de trabalho

Uma das comodidades mais perigosas do freelancer é poder trabalhar de onde quiser. Entretanto, você precisa tomar cuidado para não deixar essa flexibilidade atrapalhar a qualidade do seu trabalho.

Escolha um lugar tranquilo, confortável, iluminado e silencioso. Você pode decidir se vai trabalhar em casa, em um escritório, cafeteria ou em um espaço coworking, desde que consiga manter o foco.

Prepare um portfólio

O portfólio é o seu cartão de visitas. É a forma que possíveis clientes poderão atestar a qualidade do seu trabalho e a sua experiência na área. Por isso, coloque todo o material em um site de portfólios ou, se você tiver um site próprio – o que é melhor ainda -, separe um espaço para exibir a sua produção.

Caso você ainda não tenha trabalhos concluídos, utilize os projetos da universidade, criações livres ou procure uma Ong que precisa desse cuidado, desenvolva alguns artigos para eles e divulgue em sua página. Isso conta muito e você ainda ajuda um projeto que precisa!

Defina o preço e a sua área de atuação

A variação de preço no mercado de produção de conteúdo varia muito! Para definir o valor ideal para o seu serviço, considere o tempo gasto, a sua experiência, qualidade do trabalho – você deve sempre oferecer o melhor texto para o seu cliente – e os gastos.

Textos mais técnicos tendem a ser um pouco mais caros que textos mais gerais, pois requerem conhecimentos específicos. Pense nisso na hora de definir o preço do seu serviço. Tome cuidado, apenas, para não desvalorizar a profissão!

Você deve, também, escolher qual será o seu nicho de atuação, ou seja, qual é o tema que você vai escrever. Algumas sugestões:

  • Marketing Digital
  • Empreendedorismo e negócios
  • Educação
  • Direitos e leis
  • Seguradora
  • Saúde e bem-estar
  • Design
  • Moda e arquitetura
  • Tecnologia

Envie propostas e comece a escrever!

Está preparado para começar a trabalhar como redator freelancer? Ótimo! Faça o seu cadastro na Next Freela. A nossa plataforma e tenha acesso a centenas de projetos.

Como funciona? As empresas postam, todos os dias, propostas com as orientações para o freelancer. A partir de então, você envia uma mensagem com o orçamento e o que você pretende fazer. Sendo escolhido, basta começar a escrever!

Muito fácil, né? Comece agora mesmo! Basta clicar aqui.

Começou a escrever? Peça um feedback!

Uma das oportunidades mais valiosas para um redator é poder conversar com o cliente. Após entregar o trabalho, procure conversar com ele e solicite um feedback! Dessa maneira, você pode aprimorar o seu trabalho em um processo contínuo.

Personalize o atendimento.

Cada cliente é uma oportunidade única de negócio! Se você oferecer um atendimento atencioso e de qualidade, certamente irá fidelizar o cliente. Muitos deles fecham trabalhos pequenos inicialmente para testar o redator. Se você se sair bem nesse teste, poderá fechar novas e duradouras parcerias – sem contar a chance de indicação -.

Gostou das dicas? Faça um planejamento, mantenha o foco e boa sorte! Nós, da Next Freela, desejamos a você muito sucesso! E conte com a gente para alavancar a sua carreira!

+ Leia Mais


Como escolher um freelancer: tudo o que você precisa saber!

Se você quer reduzir os custos da sua empresa e precisa de trabalhos pontuais como produção de conteúdo, marketing digital, alterar o seu site ou atualizar a identidade visual do seu negócio, escolher um freelancer pode ser a sua melhor alternativa.

        Contratar um freelancer, entretanto, pode ser um pouco mais difícil do que parece. É preciso muito cuidado para não ter problemas que possam afetar negativamente o seu projeto.

        Confira, a seguir, tudo o que você precisa saber na hora de contratar um freelancer para ter sucesso

O que é um freelancer?

        Você sabe exatamente o que é um trabalho freelancer? É importante ter clareza das condições de um profissional freelancer para não ter problemas no resultado final.

        O “freela”, como é conhecido no Brasil, é um profissional que trabalha de forma autônoma, ou seja, ele pode prestar serviços para algumas empresas sem estabelecer qualquer vínculo empregatício com elas.

        Esses profissionais, em geral, exercem um trabalho home-office ou em espaços de co-working e atendem os seus clientes através da internet: Whatsapp, Instagram, Fabebook, Skype…

        A empresa, portanto, não pode controlar horário, local ou forma de trabalho desse profissional. O comprometimento é em relação ao pagamento e data de entrega do trabalho final. Por isso, é preciso estar atento na hora da escolha do “freela”.

       

Vantagens de contratar um freelancer:

       

        – Reduzir custos: como o freelancer não possui vínculo empregatício, a empresa não precisa se preocupar com encargos de FGTS, INSS, período de férias ou 13º. Além disso, o contrato com um freelancer costuma ser muito mais barato do que o contrato com um funcionário.

        – Prazo de acordo com a demanda: os profissionais freelancers costumam se adequar às demandas, especificidades e urgências de cada projeto.

        – Variedade profissional: o número de freelancer online é enorme. Você terá contato com profissionais de diversas áreas, experiências e formações. Encontrar um profissional de qualidade não é difícil e as ofertas são muito atrativas.  

        – Flexibilidade de horário: diferente de um profissional com vínculo empregatício, o horário do freela é flexível e ele pode se dedicar em horários diferenciados no projeto para o qual foi contratado.

        – Prazos bem definidos: a principal meta do profissional é cumprir o trabalho no prazo acordado com o cliente, tanto para manter a qualidade no seu trabalho, quanto para poder fechar projetos com outros clientes.

        – Especialização: você pode encontrar um profissional especializado exatamente na sua demanda. Não importa se você precisa de alguém com muito conhecimento em métricas, e-mail marketing, no software “x”, sempre terá um profissional qualificado para o projeto.

Como escolher o freelancer?

A oferta de freelancers no mercado, sobretudo digital, é muito atrativa e vem crescendo a cada ano. Por outro lado, é preciso ter cuidado na hora da escolhado profissional que vai cuidar do seu projeto, pois algumas ofertas – principalmente aquelas com preços “inacreditáveis” – apresentam uma qualidade insatisfatória.

Fique atento aos detalhes e siga o passo a passo que preparamos para você:

        Tenha clareza na sua proposta – Seja claro na sua proposta. Apresente sua demanda, expectativa, necessidades e urgência.  Exemplo:

        Preciso de um redator para blog de saúde.

        Serão 2 artigos semanais com cerca de 700 palavras.

        Otimização SEO, bullet points e postagem em wordpress.

        As pautas serão disponibilizadas com todos os subtítulos.

        Enviar artigo produzido anteriormente.

        Entrega do primeiro artigo para a próxima segunda feira.

        – Converse com os profissionais – procure conhecer a experiência do freela, ouça a proposta apresentada e avalie o atendimento do profissional. Dessa maneira, você já terá uma noção sobre o perfil do freelancer e poderá alinhar as expectativas de cada um.

        – Defina o acordo – você escolheu o freela? Boa! Agora é o momento de definir prazos, forma de pagamento, valores, forma de comunicação e se haverá ou não um contrato de trabalho.

        – Esteja disponível para o freelancer – seja um parceiro do freelancer que você escolheu. Esteja disponível para acompanhar o processo, esclarecer dúvidas e dar sugestões. Estabeleça etapas e aprove cada uma delas para que os aperfeiçoamentos sejam mais simples e rápidos.

Onde encontrar o freelancer ideal?

Como dissemos anteriormente, com o aumento no número de freelancers online, é preciso ter cuidado e atenção não só na escolha do profissional, mas também na plataforma que fará a mediação entre você – cliente – e o freela.

        Foi pensando justamente em apresentar os melhores profissionais e um cuidado individual com o seu projeto que desenvolvemos a Next Freela.

A plataforma permite que você envie arquivos, converse com os profissionais e realize o pagamento do profissional somente quando você autorizar. Também oferecemos todo o suporte necessário para esclarecer suas dúvidas e orientá-lo no ambiente virtual.

Tenha a garantia de um profissional qualificado e uma plataforma preocupada com a qualidade do seu projeto! Ficou interessado?  Acesse aqui e encontre o seu freela.

+ Leia Mais


Iniciando a carreira como designer freelancer? Dicas para se dar bem!


Se você quer iniciar a carreira de designer freelancer mas não sabe muito bem por onde começar, você chegou no lugar certo! O trabalho como freela não é fácil, mas com dedicação e disciplina, você será capaz de estruturar o seu negócio e ter uma carreira duradoura. Confira a seguir algumas dicas especiais que preparamos para você se dar bem!

Começando do zero: invista em conhecimento e certificações

A primeira coisa que você precisa fazer é desenvolver as habilidades necessária para ser um freelancer. A carreira de designer requer uma atualização contínua, porque sempre tem algo novo. É importante que você consiga desenvolver um trabalho de qualidade, mas ter certificações ajuda muito na hora de se destacar. Invista em cursos online, workshops e palestras. A faculdade também é uma opção válida, mas tenha em mente que é um processo mais lento e que, diferente do curso online, que depende apenas do seu desempenho, uma graduação demanda um acompanhamento geral junto à sua turma.

Procure profissionais já consolidados como freelancer. Converse com eles sobre experiências, dificuldades, sobre como é a carreira. Aprenda com quem já faz o que você quer fazer.

Organize-se: prepare a sua marca, o seu espaço e faça o seu planejamento

        A partir de agora, você tem que pensar que o seu trabalho é a sua empresa. E como qualquer outra empresa, você precisa fazer o seu planejamento e criar a sua marca. Você vai precisar ter:

– Logotipo: Crie uma identidade visual para a sua marca. É importante que tudo isso esteja alinhado, afinal, agora você é um profissional.

E-mail: Cadastre um e-mail simples, nada de usar aquele e-mail antigo “monster21@hotmail.com”. Crie algo mais sério. Qual é a imagem que você quer passar para o seu cliente?

Planejamento: Defina metas, horário de trabalho, planilha para controle financeiro, serviços oferecidos e preços. Se você ter clareza das suas metas, você consegue identificar qual é a demanda de horário que você precisará cumprir. É fundamental você ter bem definido quais os serviços e valores que você vai oferecer ao seu cliente. Isso requer uma análise da concorrência, do tempo que você irá gastar para cumprir o projeto e das demandas do serviço. Dica importante: tenha controle do caixa da empresa e nunca misture a sua conta pessoal com a sua conta jurídica.

Um espaço para trabalhar: Você precisa decidir se irá trabalhar em um escritório, cafeteria, em um espaço de coworking ou em casa – uma das comodidades de se trabalhar como freela -. Caso você decida trabalhar em casa, é fundamental que você tenha um espaço específico pra isso. Busque um local iluminado, com pouco barulho e com equipamentos de qualidade. Se você optar por ficar em casa, mas não mora sozinho, vale a pena conversar com a sua família para que eles respeitem o seu horário de trabalho. E tenha disciplina também! Trabalhar em casa é mais difícil do que parece.

Crie um portfólio

        Ter um portfólio é importante porque é através dele que o cliente poderá ver os trabalhos já desenvolvidos e concluídos por você. Isso pode ser um diferencial e decisivo na hora da escolha do profissional.

        Existem alguns sites gratuitos onde você pode criar o seu portfólio ou, se você tiver um site – que é mais legal ainda -, você pode deixar uma parte destinada aos projetos concluídos.

        Caso você ainda não tenha trabalhos concluídos, utilize os projetos da universidade, criações livres ou procure uma Ong que precisa desse cuidado, desenvolva a arte para eles e divulgue em sua página. Isso conta muito e você ainda ajuda um projeto que precisa!

Faça network

        O cliente, assim como qualquer outra pessoa, não tem muito tempo. Então, se você puder oferecer um pacote completo de identidade visual, por exemplo, com o logo, o site e as impressões, você pode se destacar das empresas que só trabalham com a criação.

        Isso não significa que você precisará investir nos equipamentos de impressão, mas é importante que você faça network, busque parceiros para complementar o seu trabalho. Pode ser essa parceria que vai definir a negociação com o seu cliente.

Divulgue o seu trabalho

        Com tudo organizado, divulgue o seu trabalho! Fale com a família, com os amigos, com os vizinhos. Crie um cartão de visitas, divulgue nas redes sociais.

No início da sua carreira, é você quem vai ter que correr atrás do cliente. Por isso, utilize todas as ferramentas disponíveis para divulgar o seu trabalho. Através da internet, você pode atender outras cidades, outros estados e até outros países.

A Next Freela, por exemplo, é uma plataforma muito interessante pra quem segue é freelancer. As empresas e pessoas publicam projetos com as orientações e os freelas podem se candidatar para realizar o trabalho. Sim! Ela conecta as empresas aos freelas. Quer saber mais? Clique aqui e faça o seu cadastro. Você pode começar agora mesmo!

Lembre-se: a sua empresa é você. Se você não trabalhar, sua empresa não terá lucro. Está pronto para começar? Boa sorte e muito sucesso!

+ Leia Mais


Filtro